A ressurreição de Cristo

Um sentimento de tristeza e derrota envolveu os discípulos quando Jesus sofreu e morreu na cruz e Seu corpo foi colocado sem vida no sepulcro. Apesar de tudo o que o Salvador havia repetidamente ensinado a respeito de Sua morte e de Sua subsequente Ressurreição, eles não tinham compreendido. A sombria tarde de Sua crucificação, porém, logo foi seguida da regozijante manhã de Sua Ressurreição. Mas essa alegria somente veio quando os discípulos se tornaram testemunhas oculares da Ressurreição, pois até a declaração de anjos de que Ele havia ressuscitado foi, a princípio, incompreensível — era algo totalmente sem precedentes.

No terceiro dia, após a sua morte, Jesus ressuscitou. Com isto, Jesus venceu a morte; venceu o pecado e a maldade humana que o colocaram na cruz; venceu toda forma de injustiça, promovida por homens e mulheres, responsável pela dor e morte de inocentes. Jesus venceu todo projeto e manifestação diabólica que resulta no afastamento do ser humano pecador da bondade, do amor e da graça de Deus. Com a sua ressurreição, Jesus trouxe nova vida, nova maneira de viver, novo ser e nova esperança para todos que nele confiam. Foi isto que aconteceu com os discípulos que, dominados pela decepção, tristeza e desorientação, encheram-se de alegria e esperança diante do Cristo ressurreto. Assim, na leitura do Novo Testamento, aprendemos que a ressurreição de Cristo é o acontecimento fundante da fé cristã.

Compartilhe nosso conteúdo nas redes sociais

Compartilhe com facebook
Compartilhe com whatsapp
Compartilhe com telegram
Compartilhe com email
Compartilhe com skype
Compartilhe com print
Fechar Menu